Este site utiliza cookies para lhe proporcionar uma melhor experiência. Ao navegar no mesmo, está a consentir a sua utilização. Caso pretenda saber mais, consulte a nossa Política de Privacidade
Aceito

Como funciona a Doação de Ovócitos?

Como posso ser Dadora

Para poder aderir ao programa de doação de ovócitos da Ferticentro (Coimbra) ou da Procriar (Porto) existe um conjunto de pré-requisitos que deverá cumprir:

  • Ter entre 18 e 34 anos
  • Ter possibilidade de comparecer na clínica (em Coimbra  ou no Porto, conforme seja mais conveniente para si) cerca de 4 a 5 vezes no período de duração do tratamento
  • Ter um Índice de Massa Corporal normal
  • Ter os dois ovários
  • Ter iniciado actividade sexual
  • Ser saudável, sem história de doenças sexualmente transmissíveis, doenças genéticas ou outras.
  • Não ter diagnóstico de ovários poliquísticos

 

As dadoras de ovócitos têm direito a uma compensação financeira de 878€, destinada ao reembolso das despesas efectuadas ou dos prejuízos direta e imediatamente resultantes da dádiva, nos termos fixados pelo Conselho Nacional de Procriação Medicamente Assistida (CNPMA), de acordo com o previsto no nº3 do Artigo 22 da Lei 12/2009, de 26 de Março e no Despacho nº3192/2017 publicado no Diário da República, 2ª série – Nº75, 17 de Abril de 2017.

Nos casos em que uma potencial candidata não consiga completar o ciclo de doação, a clínica poderá compensar a dadora com um valor inferior ao indicado acima.

O Processo Passo a Passo